Doleiro Dario Messer é condenado a mais de 13 anos de prisão.
Sem luta não há vitória

Doleiro Dario Messer é condenado a mais de 13 anos de prisão.

78

O juiz federal Alexandre Libonati de Abreu condenou nesta segunda-feira (17) o doleiro Dario Messer a 13 anos e 4 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro, em processo da Operação Marakata, derivada da Lava Jato no Rio de Janeiro.

O magistrado também negou o direito de Messer, conhecido como “o doleiro dos doleiros”, recorrer em liberdade. O doleiro é acusado de fazer as operações por meio da venda de pedras preciosas e de ocultar bens de garimpeiros.

O juiz federal Alexandre Libonati de Abreu condenou nesta segunda-feira (17) o doleiro Dario Messer a 13 anos e 4 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro, em processo da Operação Marakata, derivada da Lava Jato no Rio de Janeiro.

O magistrado também negou o direito de Messer, conhecido como “o doleiro dos doleiros”, recorrer em liberdade. O doleiro é acusado de fazer as operações por meio da venda de pedras preciosas e de ocultar bens de garimpeiros.

O tempo de condenação é menor do que aquele que o próprio Dario Messer concordou em cumprir no acordo de delação premiada que fechou com a Justiça. Pelo acordo, quando as penas impostas a Messer alcançarem o tempo acertado — 18 anos e 9 meses –, o Ministério Público se compromete a parar de agir em desfavor dele.

No mesmo acordo de delação premiada, o doleiro se comprometeu a devolver mais de 99% do seu patrimônio, em um total que supera R$ 1 bilhão, que vai de obras de arte a uma fazenda no Paraguai. 

Na sentença em que o condenou, o juiz Alexandre Libonati ressaltou a culpabilidade de Messer. 

“Não se está tratando de um lamentável desvio ético de sua parte, mas de um sujeito de elevada inteligência, operador de mercado com grande experiência, e que optou por dar continuidade aos negócios escusos iniciados pelo pai”, escreveu.

fonte: CNN

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais